E eu dizia ainda é cedo

Se você quiser alguém pra ser só seu, é só não se esquecer: estarei aqui (Sete Cidades, Legião Urbana)

Se você quiser alguém pra ser só seu, é só não se esquecer: estarei aqui (Eu era um lobisomem juvenil, Legião Urbana)

É muito cedo pra escrever sobre você, menino.

Mas meus pensamentos me conduzem até essa página em branco. E essas linhas vazias gritam “Ah, sua boba! Tá querendo enganar a quem? Me encha com que sentes a respeito do bonito!”. Eu digo que se cale, pois nada sabem da vida e apenas o que sabem fazer é receber os sentimentos dos outros em silêncio.

Eu tenho razão… tá muito cedo pra escrever sobre você, menino bonito.

Todavia, eu gostaria apenas de dizer sobre teu riso franco. Gostaria, também, se não for abuso, de falar do teu jeito atento a me ouvir.

Mas ainda é cedo, menino…

É que eu fico imaginando tudo que eu poderia ser pra você. E eu estou ansiosa pra ser.

Que cada dia eu seja um pouco mais de você pra você.

E que se não der certo, meu nego, ao menos escrevi algo sobre ti.

E que se não escrevi mais, bem meu, é porque ainda era cedo pra escrever.

Escrito em Novembro de 2011.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: